“Os crimes do Cartel do Bilhão contra o Brasil” é lançado na capital paulista

Carlos Lopes durante sessão de autógrafos

Na última terça feira (17) foi lançado na Livraria Cortez, em São Paulo, o livro “Os Crimes do Cartel do Bilhão contra o Brasil: o esquema que assaltou a Petrobrás”, do diretor de redação do HP, Carlos Lopes. O livro é um lançamento da Fundação Instituto Claudio Campos e do Partido Pátria Livre (PPL), em parceria com a editora Alfa Omega, e descreve, a partir da documentação obtida pela Operação Lava Jato, o modo de operação e as relações de corrupção entre as empreiteiras do Clube do Bilhão, que saquearam a Petrobrás.

Para o presidente da Fundação Instituto Claudio Campos, Nilson Araújo Souza, o autor demonstra no livro a raiz dos problemas de corrupção do governo Dilma. Segundo Nilson, o livro é fundamental para a compreensão do atual momento político do país.

Carlos Lopes falou sobre o livro e sobre a atual conjuntura brasileira, ressaltando a falta de um projeto verdadeiramente nacional, que fez o país estagnar, apesar das grandes riquezas e possibilidades. Carlos ressaltou que essa questão passa fundamentalmente pela Petrobrás, conquista brasileira que foi totalmente desrespeitada.

“É necessário que o estado exista, é e necessário que o governo exista, mas isso para contemplar os interesses nacionais, senão de que vale isso existir? Nós tivemos a pouco uma presidente que traiu tudo o que prometeu durante a campanha, e sinceramente já foi tarde, mais isso não quer dizer que a situação atual é melhor, pelo menos em relação ao governo”.

Carlos também lembrou que por mais difícil que a situação brasileira possa parecer, a Argentina, depois da queda do presidente Fernando de la Rúa, teve 5 presidentes que caíram um seguida do outro, e essa não é uma questão descartada no Brasil. Para Carlos, “o poder tem que servir ao povo e se não servir ao povo não serve para nada”.

O livro pode ser adquirido através do site www.fundacaoclaudiocampos.com.br

 

FUNDAÇÃO INSTITUTO CLÁUDIO CAMPOS